Skip to content

PFW*VERÃO 2012 | PEDRO LOURENÇO

28/09/2011

Pedro Lourenço Verão 2012 | Reprodução/Vogue.co.uk

Quem acompanha o trabalho de Pedro Lourenço desde a época da Carlota Joakina, segunda marca de sua mão, Glória Coelho, sabe que ele sempre foi de formas geométricas desde os 13 anos, assim como os pais. Reinaldo Lourenço e Glória sentados na primeira fila, assistiram o que até agora foi a coleção mais bem observada do filho.

Longe das linhas império enfadonhas da coleção do verão passado, Pedro Lourenço vem aos poucos construindo seu DNA – embora todos continuem comparado seu trabalho incessantemente ao da mãe e ao de Nicolas Ghesquière na Balenciga, o que é relevante. Seu corte é geométrico  e seu gosto pela mistura de materiais como lamê e  juta me encanta, embora eu ache a fórmula usada por ele para fazer isso revista demais, um exemplo disso são os tops desta estação com até três tecidos diferentes.

Lourenço tem um dom para modelagem voltada para o futur, o que ficou claro na jaquetas sem mangas com zíperes estrategicamente posicionados para revelar tecidos e cores diferentes dentro de sua cartela de beges e creme. Os franjas, de tecido sintético recortado e de aplicação de paetês, deram movimento as semi-armaduras de estrutura volumétrica nos martingales e golas em dupla face, de onde viam as cores mais vivas da coleção, mostarda,  cobalto e oliva, amarelo.

Uma espécie de avental curto as vezes franjado, as vezes apenas de mistura de tecidos, apareceu em quase todos os looks em uma posição decorativa de pouco valor prático. As faixas coloridas em casacos, tops e vestidos se repetiram em cada um dos looks, aparecendo na versão branca em shorts e saias com uma suposta fivela de metal, ratificando a mão de Lourenço para os elementos decorativos.

Toda coleção teve uma concepção moderna e urbana, além um trabalho manual apurado que atrairá sem dúvida mais atenção para o trabalho de Lourenço – impulsionado pelo assessoria da KCD. A imprensa especializada esteve na primeira fila do desfile conferindo a coleção e no site da Vogue UK, uma lugar antecipadamente esperava seu verão 2012. Tais coisas são sinais claros de que o brasileiro – que é acarinhado demais pela imprensa nacional – está pronto para enfrentar as críticas estrangeiras de seu trabalho, que para mim, até agora, não é diferente do da maioria.

This slideshow requires JavaScript.

No comments yet

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: