Skip to content

WALTER RODRIGUES – Fashion Rio * VERÃO 2012

05/06/2011

Fotos: Charles Naseh/Site Chic

Se na estação passada Walter Rodrigues fez muita gente se emocionar com uma imagem forte em uma coleção toda construida em preto e off white, de formas minimalistas e alongadas, com um final lacrimoso embalado pelo som de Rosa de Hiroshima na voz de crianças. Essa estação ele prossegue mexendo com nossos sentimentos, simplificando tudo o queremos para o verão 2012. É um processo que vem fazendo muito bem a Walter e a moda brasileira. Ele está lançando mão do que seria uma versão moderna do minimalismo, mas diferentimente do minimalismo como conhecemos agora, cheio de inovações tecnológicas. O olhar da marca se volta para as coisas básicas que existe na construção da roupa.

Walter continuou a jogar com as formas alongadas, o que percebemos logo no look completamente branco que Luana Teifke abriu o desfile. Logo depois vieram os vestidos maleáveis, soltos, de corte envernizado em bege, acompanhados por ternos de estrutura leve e colares enormes de fibras envernizadas. As peças foram construidas em malharia e tecidos planos que se misturavam ao algodão e sarja ao elastano, permitindo assim frescor em toda aquela quantidade de tecido.

Alem da modelagem que traduz leveza, a quantidade de cores da cartela: branco, bege, cinza, azul turquesa e cassis (vermelho escuro próximo do vinho e do marrom), leva a gente pra longe da profusão de estampas e cores misturadas das passarelas nos dias anteriores do Fashion Rio. A entrada do look de calça ampla e blazer cassis sobre blusa bege foi um grito de força dentro da coleção, rompendo com a clareza da cartela e imprimindo energia em todo trabalho de suavidade tocada pela trilha delicada. A natureza asiática das formas – embora não mais japonesas – ainda permeia o imaginário de Walter, é fácil perceber isso. Como também é fácil perceber que dentro desse mesmo reduto, ele deu um passo significativo ao fazer uma verão que projeta, para mais uma estação, suas linhas esguias e sua elegância pautada na frase da Cristobal Balenciaga quando disse que: “A elegância começa a partir da eliminação”.

No final do desfile, um bloco de vestidos curtos em organza trabalhada em dobraduras por um grupo de costureiras de Quipapá, cidade do interior de Pernambuco, trouxe um rompimento para coleção em dois aspectos, primeiro pela mudança de material e segundo pelo ar jovial das peças. Este foi um outro momento da apresentação, que poderia ser o início de uma nova ideia e que também, sua ausência, implicaria na falta de conclusão da ideia de agora para a coleção.

Walter fez um excelente trabalho, que se for apreciadopelas mulheres, imprimirá uma nova versão do vestir feminino de agora, uma versão que envolve o corpo e o põe em evidência, porém sem sensualizá-lo.

This slideshow requires JavaScript.

No comments yet

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: