Skip to content

RAF SIMONS | PARIS – MASCULINO F/W 2011-12

23/01/2011

O clássico espírito jovem é retraduzido no inverno da Raf Simons.

Fotos: Style.com

 Raf Simons fez o desfile que encerrou o penúltimo dia da temporada masculina de Paris, com uma coleção que instantaneamente recebeu críticas positivas e também com o anuncio de que estava rompendo com seus sócios italianos. Simons, que tem formação em desenho industrial e desenho de móveis, começou sua jornada na moda nos passos de Walter Van Beirendonck, fundando sua própria marca em 1995. A Raf Simons passou um tempo na geladeira, onde Simons se retirou por um momento para planejar o futuro. Em outubro de 2004, com a parceria financeira do de investidores italianos, que viabilizaram e produção e distribuição em larga escala da produção, a Raf simons foi reestruturada. No ano seguinte, sua visibilidade lhe rendia a direção criativa da ready-to-wear masculino e feminino da Jil Sander.

A Raf Simons exala modernidade e constroe a figura do homem contemporâneo com passos seguros. Na coleção apresentado no sábado, 23 de Janeiro, Simons criou peças jovens, com inspiração na nos rapazes das universidades, mas nada parecido com o que vimos até agora nas inúmeras coleções de abordagem semelhante. Havia uma definição clara do que ele mesmo chamou de ascenção do ‘artesão e queda do príncipe’, na simplicidade e na força substancial das texturas das peças – marca registrada dele.

O desfile começou com um casaco camelo de fecho náutico sobre calça de material sintético brilhante, prenunciando as vontades de Simons para o inverno, que eram de formas amplas: calças largas, casacos até os jolhos, ombros arredondados, de natureza sutil, que se contrapunham ao tricô ajustado também longo. Em camisetas, estavam frases que externavam o momento da marca: Dead Prince College – Universidade do Príncipe Morto, um sinal do início da nova fase. A alfaiataria normalmente bem estruturada ganhou volume nas mangas dos ternos, que receberam uma cava maior. O casacos de amarrações vermelho e roxo foram peças precisas na conceito da coleção, repetiram a recentes cores com que ele tem trabalhado na Jil Sander, assim como a camiseta de lã felpuda em listras coloridas. Foi um ótimo desfile, onde a o talento de designer de Raf deixou um inegável sentimento de admiração por ele.  

Veja as fotos do desfile da Raf Simons

 

This slideshow requires JavaScript.

No comments yet

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: