Skip to content

SPFW VERÃO 2011 – DAY 6

15/06/2010

E assim foi o último dia da SPFW:

GLORIA COELHO

Viajantes espaciais de Gloria Coelho

Gloria Coelho é imdubitavelmente genial! Em seu verão dá continuidade, pela terceira vez conssecutiva a produzir pela inspiração do universo, uma viagem cósmica, etéria, falando do mesmo tema de um âmbito diferente. Sendo assim os elementos são os mesmos: tiras de tecidos, que moldam e formam tudo no universo de Gloria. Com as fitas gloria construiu calças, com várias delas juntas, costuradas uma ao lado da outra na lateral da calça. Um trabalho extremamente minucioso! Com as fitas em tamanhos diferentes montou seus vestidos, que parecem de sonho, ora estruturados ora soltos, levemente esvoaçantes, brincando com as transparências tanto nos vestidos quanto nos tops que foram caracteríscos de trajes espaciais. Glória continua a lidar com ready-to-wear de luxe, onde se pode vestir-se para festa sempre. Sentimos falta, um pouco, do básico mais polpável que ela faz, entretanto não deixamos de admirar sua viagem etérea.

ALEXANDRE HERCHCOVITCH

O verão masculino Herchcovitchiano

Em uma mistura incrível, deliciosa, adorável e magnífica, Alexandre Herchcovitich junta Laranja mecânica, o filme, e Charles Chaplin em um desfile EXTREMANTE preciso e precioso, como o dourado de suas roupas, reafirmando sua posição de mais influente e criativo estilista brasileiro. Isso devido ao fato de Alexandre sempre atingir o ponto certo de invetividade, comercialidade e autoria, criando não só imagens de desejo mas tambem de consumo, muito consumo. Herchcovitch mostrou em sua passarela uma estrutura inspirada na indumentária masculina dos anos 30, com chapéu caracteristico da época, mas a proporção, o acabamento o tudo era completamente outro, pautado pela proposta do novo homem que abandona o shape skinny, muito justo, em diração a  uma modelagem mais ampla. O styling com luvas, gravatas borboletas, um brilho vindo dos tecidos, como nylon de seda e outras composições tecnológicas fizeram da apresentação um espetáculo de perfeição e perspicácia do caminhar da  moda masculina. Alexandre, assim como no feminono fez um trabalho ímpar em sua proposta para o masculino!

RONALDO FRAGA

Turistas de Fraga

Ronaldo Fraga fez um verão muito mais prático, usável, porém não mesnos autoral. Com muito branco ele apostou em uma silhueta mais amplas, cintura marcada muito pouco, tentando assim interpretar Mario de Andrade e um “Turista Aprendiz”. O efeito foi bom de se ver, embora entenda-se que Ronaldo pode fazer ainda mais, mas foi gostozo vem muitos paetês presos nas mãos e nas pernas das modelos em um efeito belíssimo de luvas e bermudas ciclitas. Ronaldo abusou da renda, branca em geral. Usou tranparências. Conheceu o Brasil e como outros referenciou o Nordeste. Foi uma coleção limpa, no conceito imagético da coisa, embora de pouca inventividade técnica.

Fraga fala de Mario de Andrade em suas roupas

V.ROM

"Boy party"

A V.Rom fez um trabalho de descontrução do smoking clássico, não muito inovador, tocado com doses de streetwear com pitadinhas de sportwear. Trouxe também bermudas amplas, como a maioria do masculino desta temporada, a dose de sportwear ficou por conta, principalmente, dos tecidos geralmente usados em roupas de prátcas de espostes. Foi bem comercial, sem muitas coisas diferentes, o clima era de garotos que estavam indo para uma festa depois de um baile formal.

FERNANDA YAMAMOTO

Leveza e pureza numa brasilidade sutil

Embora tudo parecesse uma coisa só, havia muita técnica e no desfile de estreia de Fernanda Yamamoto na SPFW. Sua inpirção era a cidade de São Paulo, vista de cimas, como toda sua estrutura de concreto cinzenta e rígida, ao que Fernanda contrapôs criando tvestidos muito leves de gaze de seda, trabalhados em feltragem, uma técnica que fez uma textura levemente rústica aparecer. Fernando guiou o seu tyrbalho com uma certa geometria, que remetia a da arqitetura de SP, fazendo das tranparências a visão de uma metrôpole fria e geralmente nublado, fato reforçado por uma cartela de cores apagada totalmente imerssa nos neutros. O trabalho de Fernanda agradou, mas poderia ter ido mais longo!

ANDRÉ LIMA

Os desejos oníricos de André Lima

André Lima construi, nesta temporada literalmente. Criou vestidos exuberantes, tropicais bem acabados, com muitos volumes e impacto visual. Fechando a SPFW com imagens belíssimas de mulheres vestidas para os momentos de sonhos, para as super festas dos muito ricos. Este homem gosta mesmo de deslumbre!

fotos: FFW – ₢Agência Fotosite

No comments yet

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: