Skip to content

SPFW VERÃO 2011 – DAY 4

13/06/2010

Confira tudo o que aconteceu nas passarelas no quarto dia da SPFW:

REINALDO LOURENÇO

Geometria ponderada de Reinaldo Lourenço

Reinaldo Lourenço é sempre uma boa surpresa. Embora seu verão tenha um ar um pouco invernal, sua coleção foi trabalhada em materiais leves, telas e uma mistura de tecidos que conferiu as peças um certo frescor jovial. Lourenço veste a jovem senhora, que neste inverno usa uma mistura de tecidos, entre eles seda, organza, cetin, e jaquard. As peças da coleção, na maioria vestidos, tinham inspirção geométricas vindas do automobilismo, com um pé referencial nos anos 60, trazido pelo cinto que demarcava a cintura e o recortes geométricos que moldam a forma. Reinaldo colocou junto com o nude, cores fortes como o laranja e o pink para fazer companhia ao preto e branco acetindo. O tecido trabalhado em tela vazada, uma das muitas especialidades dele, esteve presente nas mangas e ombros, providenciando o toque arejado nas peças. Não foi um daqueles desfiles de tirar o fôlego, mais foi belíssimo em todos os momentos.   

JEFFERSON KULIG

Falando sobre austeridade e delicadeza

Telas, muitas telas na passarela de Jefferson Kulig, um desfile com força de construção mas pouca força de autenticidade criativa. Parecia um repeteco de muita influência de fora. Kulig escolheu materiais que davam dureza, pouco movimento e até mobilidade as peças. Construiu bem, emboras não tão bem acabadas, as peças que tinham um bordado em patchwork de aves. Aves, aliás que estiveram presentes nas estampas também. num hit dos 80’s. Era um jogo de experimentação de texturas até que uma imagem celeidoscópica veio e depois  um nacionalismo que ficou completamente vazio. O Brasil podia esperar! As peças com barras desfiadas, sem um acabamento na barra mativeram a austeridade com a ajuda dos bordados com canutilhos longos e curvos. Kulig teve até um momento plumas entre os muitos do desfile, que foi lindo, entretanto deslocado e delicado demais para o restante do conjunto. Coisa que me agrdou moito foi o plastico estampado com flor, outro momento delicado.

ANIMALE

Efeito ficção científica da Animale

A equipe de estilo da Anamila parece estar com a mesma ideia de ficção científica presa na cabeça. Ideia essa, que deixou o inverno passado com cara estranha, e fez o mesmo com este verão com peças que parecem só ficar bem na Top/ìcone Raquel Zimmermann. Para a marca a ordem também é misturar tecidos, quanto mais melhor. As peças tem um “Q” de futurismo conseguido pelos recortes mútiplos ao longo do torso. São listras que se misturam com palhas, que se misturam bordados e tudo fica parendo rústico e fica rústico. Mas não parou por aí, teve plástico, uma espécie de couro sintético de efeito cracrelê, e muita tela de material sintético também, que as vezes parecia aquecido, esticado. O caimento das peças era andrógeno, austero, encrustado de todo trabalho e inovação tecnológica. Talvez esta seja a fórmula que a eqipe de estilo descobriu que agrada as suas clientes!  

ANA SALAZAR

Ana Salazar, convidada portuguesa para SPFW

A portuguesa Ana Salazar fez um desfile longo, onde num primeiro momento o preto destribuido por uma renda sintética e couro parecia anunciar mais um desfile monótono no tocante as cores, mas então o desfile se ascendeu pro verde e pro amarelo pestel levemente acetinado. Ana criou pros vetidos alguns volumes e muita assimetria em peças de apenas um ombro ou manga. Em seguida o desfile retorna o preto, desta vez com o auxilio de muitos zipers com os quais Salazar acentua a assimetrias, com um fecha aqui abre ali. No geral foi uma boa apresentação com alguns desencontros, nas referências, mas ainda assim boa!

LINO VILLAVENTURA

O mix de Lino para elas!

Lino é um grande figurinista,não resta dúvidas. Em mais um de seus desfiles completamente autoral ele mistura muitas coisas numa coisa só. Parecia de início uma coisa Op Art, mas despois baixou uma energia meio cigana, meio leste europeu, nas cores, nos adereços, na sensualidade, algo búlgaro, romeno e por aí vai. A única surpresa ficou por conta da coleção masculas, desfilada junto com a feminina. Lino, numa análise por busca de tendências, entendeu que este é um verão de misturas, de cores e loucuras também, ufa!

O mix de Lino para eles!

Nesta temporada o blog [NUNES:FERNANDO] não está cobrindo o beach wear, mas vale registar a passagem de duas Tops pela SPFW: a checa Eva Hezirgova e a brasileira Shirley Mallmann, no desfile de Adrina Degreas. Mallmann que é considerada a primeira top model brasileira, é casada e mãe de dois filhos, vive hoje em uma casa nos Hamptons em NY e divide seu tempo entre o cuidado com os filhos e fotografias de catálogos publicitários.

Eva Herzigova e Shirley Mallmann para Adriana Degreas

fotos: FFW – ₢Agência Fotosite

No comments yet

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: