Skip to content

FASHION RIO OUT/INV 2010_DAY 1

09/01/2010

AUSLANDER

Looks góticos da Auslander na passarela

 

Com muito preto a Auslander abriu o primeiro dia do Fashion Rio, com looks carregados de referências góticas e artefatos fetiches: couro, pregos, tachas. Tudo tinha um ar punk, sombrio, com direito a moicano e punhos de pregos no styling.
Para a Auslander que é hype e mania, bem para agradar sua clientela, o inverno é dos minis, pretos e básicos. o desfile foi bem real, pé no chão. O couro foi delicioso, desde de as botas altíssimas até os ombros. Jeans rasgados, casaco metalizado, a idea de que quem é mal vai a toda parte, foi o tom do desfile da marca.

Não foi difícil me lembrar de Vamp, vendo todo aquele preto na passarela. A quebra da monocromia só veio com a listas brancas e o brilho que apareceu discreto, sem muita pretenção. A diversão ficou garantida pelas inscrições nas camisetas, tipo: porn is the new black.

A força no desfile foi mesmo o resgate do punk, embora esse tema já esteja usado e abusado na moda! 

MALK Z-DA

Melk Z-Da inverno 2010

Melk tem um lado experimentalista que não deixa de lado, que é bom para os editoriais, mas muito ruim, as vezes pro varejo. Nesta coleção, inspirada no universo da carpintaria, o rústico ficou bem maçado em uma silhueta nova e um pouco difícil de ser aceita pelas mulheres, que não valoriza o corpo, esse é o resultado do experimentalismo.

A madeira apareceu não só no cenário, mas lindamente nos bordados, no efeito que a trama muito bem acabada trazia. Um trabalho visivelmente manufaturado, elaborado com minúcia, meio que se contrapondo as pontas afiadas dos looks inicias. O desfile começa austero, cinza em tonalidades diferentes, porém no decorrer adquire uma leveza com a chegada dos marrons terra e dos fios de algodão natural.

Há exageros, claro, balanceado com sabedorias com peças usáveis até de mais. Beauty de Max Weber, ficou linda!

 

JULIA BORGES

 

As bonecas de porcelana de Julia Borges

Na passarela de Julia Borges muitas bonecas de porcelana, daquelas bem vestidas, com rostos perfeitos. A silhueta ora marcada na cintura, ora marcada no quadril confere trouxe um ar retrô as peças.

As peças são fluídas, em preto e branco, sem gola, com gola, com muitos laçarotes. Uma das coisas lindas da coleçõa, os laços espalhados por todos os lugares, nos chapéus, nas blusas, nas vestidos. As peças estruturadas também ficaram muit boas, tudo muito bem construido e imaginado embora não entendamos exatamente qual a intenção. As leggings de tule com pequenas bolinhas são lindinhas. 

Lindo mesmo foi o hood de carneiro da Mongólia, o ferrugem acetinado, cor maravilhosa e bem sacada de Julia, assim como as aplicações que deram as péças um requinte, embora tenha ficado um pouco pesado.

VICTOR DZENK

As mulheres de Atenas de Victor Dzenk

Nehuma deusa do Olimpo reclamaria de Victor Dzenk se ele fosse seu designer oficial. Victor soube aproveitar muito bem o que já sabe fazer de melhor, belos vestidos estampados. Aproveitou isso tbm para carregar com motivos bem gregos, como folhas de parreiras.
Suas estampas características foram acompanhadas pelo cinza e pelo gelo brilhante. Vestidos longos, esvoaçantes com a inspiração bem a mostra, esse talvez tenha sido o exagero.

fotos: portal FFW

 VEJA CALENDÁRIO DO FASHION RIO INVERNO 2010

One Comment leave one →
  1. 09/01/2010 10:57

    Fashion weeks são tudo de bom né? Eu mesma me divirto ! hahahahh. ADOREEI TEU BLOG QUERIDO!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: