Skip to content

A dona do Crepúsculo!

08/05/2009
O cépúsculo ao qual me refiro não é o que nos temos todos os dia a portunidade de ver, e sim, o fenômeno mundial do cinema – Crepúsculo (indicado a melhor filme no Mtv Movie Award deste ano – www.mtv.com/ontv/movieawards/2009/categories.jhtml ).
O filme que chegou as telas no ano passado, está baseado no romance homônimo da americana Stephenie Meyer, 35 anos. Stephenie que já havia escrito sobre ficção científica, depois de um sonho começou a escrever uma história sobre vampiros, que gerou uma saga (Crepúsculo, 2005; Lua Nova, 2006; Eclipse, 2007; Amanhecer, 2008; Sol da Meia-Noite, 2009), de muito sucesso!
Os livros da série já ultrapassaram a marca de 42 milhões de exemplares vendidos em todo mundo, sendo traduzidos para 37 línguas diferentes, recebendo assim várias honrarias, tais como: The_New_York_Times Editor’s Choice, Publishers Weekly Best Book of the Year, Amazon.com “Best Book of the Decade…So Far”.
Todo esse reconhecimento fez com que o romance recebesse seu primeiro British Book Award, desbancando assim, J. K. Rowlling – da saga Harry Potter.
Stephenie vem de uma família grande com seis filhos. Foi bolsista na Brigham Young University – grande universidade privada americana -, onde formou-se em inglês. Sobre a época de sua graduação lembra: “Eu ouvi muitas piadas doentis sobre as futuras carreiras de bachareis em inglês na indústria de serviços alimentícios, e para todas as pessoas que fizeram aquelas piadas , eu digo agora: ha, ha.”
Casada a quase 11 anos, com três filhos, três meninos. Um de 8, um de 5 e outro de 3 anos, Stephenie diz não saber como conseguiu escrever, cuidar dos filhos, da casa tudo ao memso tempo. Esta porém, é um característica das mães santos dos últimos dias – fazer muitas coisas simultâneamente. Meyer é membro de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, a mesma igerja a que pertenço, onde se aprende a ter responsabilidades mútuas.
Algo curioso a respeito de Meyer é que ela diz que não pode escrever sem música. Para ela a música é uma constante fonte de inspiração. Neste universo da autora estão: Muse -(http://www.muse.mu/) sua banda favorita, Linkin Park, My Chemical Romance, Coldplay, The All American Rejects, Travis (onde confrima o bom gosto musical!), The Strokes, Brand New, U2, Kasabian, Jimmy Eat World e Weezer.
Meyer tem, sem dúvia, um futuro promissor na carreira e nós, é claro, continuamos torcendo para que suas histórias continuem envolvendo o mundo.

Cheers Stephenie!

No comments yet

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: